Cultura

Morreu Jerry Stiller, comediante e ator da série "Seinfeld"

Chris Pizzello

Tinha 92 anos.

O ator de comédia Jerry Stiller, que iniciou a carreira na década de 1950 e participou na série "Seinfeld", morreu aos 92 anos, anunciou o filho Ben Stiller esta segunda-feira.

O artista morreu de causas naturais, de acordo com uma publicação feita pelo filho - ele próprio uma estrela de comédia - no Twitter.

Enquanto ator, Jerry Stiller participou em sucessos da Broadway, como "The Ritz", em 1975, de Terrence McNally, e "Hurlyburly" de David Rabe em 1984.

Fora da Broadway, participou na "Ópera dos Três Vinténs", interpretou palhaços shakespearianos para Joseph Papp, e no ecrã interpretou, entre outros papéis, um detetive da polícia em "Alta Tensão em Nova Iorque" (1974) e o marido de Divine em "Laca" de John Waters (1988).

No entanto, Jerry Stiller era mais conhecido como comediante e foi na televisão que atingiu o estrelato como Frank Costanza, o irascível pai de George, na série da NBC "Seinfeld", uma das comédias televisivas de maior sucesso de todos os tempos.

Jerry Stiller entrou em menos de 30 dos 180 episódios de "Seinfeld", cujas nove temporadas tiveram início em 1989, e só apareceu pela primeira vez na quinta temporada.

Apenas alguns meses após o episódio final de "Seinfeld", transmitido em 14 de maio de 1998, Stiller regressou à televisão para interpretar outro pai noutra sitcom, "O Rei das Rainhas", que se estreou na CBS.

Jerry Stiller e Anne Meara conheceram-se em 1953, quando ambos eram atores em dificuldades, e casaram pouco depois.

Em 1959, trabalharam juntos com os Compass Players, um grupo de teatro de improviso que mais tarde evoluiu para Second City.

Começaram a atuar como uma dupla em clubes noturnos nova-iorquinos, em 1961, e rapidamente fizeram a primeira de cerca de três dúzias de apresentações no programa "The Ed Sullivan Show".