Cultura

Advogado de Britney Spears propõe que tutela judicial termine este ano 

Mario Anzuoni

Britney Spears está cada vez mais perto de recuperar o controlo do próprio património.

A cantora Britney Spears espera ficar ainda este ano sem a tutela judicial sob a qual tem vivido nos últimos 13 anos, após um pedido feito pelo advogado, em Los Angeles.

No processo apresentado no Tribunal Superior de Los Angeles, o advogado Mathew Rosengart pede que o pai da cantora deixe de ter a tutela da filha até 29 de setembro e que seja nomeado um tutor temporário para encerrar o acordo.

No início de setembro, Jamie Spears entregou um pedido à Justiça norte-americana para pôr fim à tutela da filha.

"Como o Sr. Spears disse várias vezes, tudo o que ele quer é o melhor para sua filha", diz o documento. "Se a Sra. Spears quer encerrar a tutela e acredita que pode cuidar da própria vida, o Sr. Spears acredita que deveria ter essa oportunidade.

Em agosto, o pai da artista tinha anunciado que estava disposto a colaborar para renunciar à tutoria, mas só quando chegasse "o momento certo".

Britney Spears está agora mais perto de recuperar o controlo do próprio património, avaliado em mais de 60 milhões de dólares e sob o qual não tem poder desde 2008.

Há 13 anos que a cantora pop não pode mexer em nada do que tem, tendo inclusivamente perdido o direito de decisão em questões íntimas, como quando quis engravidar do atual companheiro.

Catapultada para a fama na reta final dos anos 90 com apenas 17 anos, Britney Spears foi uma das cantoras que mais discos vendeu no virar do século. Em 2008, um esgotamento tornou-a psicologicamente inapta. Todo o património está, desde então, nas mãos do pai.

Veja também:

  • O planeta em que todos vivemos

    Futuro Hoje

    O Planeta Lourenço terá que ser ainda mais simples e eficaz na mensagem. É um risco. Frequentemente, quando me mostram aparelhos ou programas as coisas falham, é o que chamo de síndrome da demonstração. Mas isto acontece na vida real, é assim que vamos fazer.

    Opinião

    Lourenço Medeiros