Desporto

Ministério Público acredita que Luís Filipe Vieira autorizava “prendas”

Ministério Público acredita que Luís Filipe Vieira autorizava “prendas”

O Ministério Público está convencido que Luís Filipe Vieira conhecia, autorizava e nunca impediu que Paulo Gonçalves desse prendas aos dois oficiais de justiça em troca de informações que beneficiassem o Benfica sobre processos em tribunal. É o primeiro fio da meada da acusação do caso “e-toupeira”, a que a SIC teve acesso.