Desporto

Autópsia de Sala revela morte por lesões na cabeça e tronco

Craig Brough

As autoridades forenses de Bournemouth confirmaram assim que o jogador morreu na queda do avião desaparecido a 21 de janeiro.

A autópsia a Emiliano Sala, realizada esta segunda-feira, revelou que a morte do futebolista argentino se deveu a lesões sofridas na cabeça e tronco, aquando da queda do avião em que seguia de Nantes para Cardiff, no mês passado.

As autoridades forenses de Bournemouth, condado de Dorset (sul de Inglaterra), confirmaram assim que Sala morreu na queda do avião desaparecido em 21 de janeiro no Canal da Mancha, que só viria a ser encontrado na semana passada.

O corpo do futebolista foi encontrado dentro da avioneta, a 67 metros de profundidade, a norte da ilha de Guernsey, em 3 de fevereiro, sendo identificado quatro dias depois.

De momento, não há informação sobre o paradeiro de David Ibbotson, que pilotava o aparelho.

Sala tinha assinado contrato com o Cardiff City, por quem não chegou a ser apresentado. O clube galês homenageou-o no sábado com um minuto de silêncio, antes do jogo contra o Southampton.

Lusa

  • "Não vou responder a essa pergunta porque não me apetece"
    2:48
  • Contrafogo sem regras em Portugal
    20:25