Desporto

19 detidos junto ao estádio do Jamor

19 detidos junto ao estádio do Jamor

Maioria foi detida por posse de artefactos pirotécnicos, informou a subcomissária da PSP Ana Carvalho.

A PSP, a Polícia de Segurança Pública deteve 33 pessoas até ao início do encontro entre o Sporting e o FC Porto, da final da Taça de Portugal de futebol, que se está a disputar no Estádio Nacional, em Oeiras.

"Temos 33 detidos, 31 deles por posse de artefato pirotécnico, um por posse de estupefacientes e outro por uma questão de trânsito", disse a subintendente Ana Carvalho, que alertou que este número ainda pode aumentar.

Sobre o atraso da entrada de alguns adeptos, Ana Carvalho disse que se deveu ao facto de os adeptos terem retardado a sua própria entrada.

"As portas foram abertas às 14:45. Não houve grande afluência nessa altura, mas sim antes do início da partida. Não dependeu do trabalho da Polícia de Segurança Pública, mas sim de os próprios adeptos terem retardado a própria entrada", assumiu.

A responsável policial diz que o processo de revista se manteve igual a outros anos, lembrando que o Estádio Nacional "tem uma entrada um pouco mais condicionada, daí a portas abrirem com maior antecedência".


Com Lusa

  • De potência nacional a problema ambiental
    13:27
  • Mário Soares disse “É atirá-los aos tubarões”?
    1:44
  • O 11.º episódio do "Polígrafo SIC"
    20:14
  • Pobreza e exclusão social é o tema do próximo "E Se Fosse Consigo?"
    2:39