Desporto

Atlético de Madrid inicia trabalhos sem João Félix, Felipe e Herrera

https://www.atleticodemadrid.com/galerias

Felipe e Herrera são esperados na sexta-feira e João Félix no domingo.

O Atlético de Madrid arrancou hoje para a época 2019/20 com Morata, Marcos Llorente, mas sem mais de metade da equipa, entre os quais os recentes reforços João Félix, Felipe e Héctor Herrera.

Os colchoneros avançam para a nona época com o treinador argentino Diego Simeone com uma verdadeira revolução na equipa, com saídas e entradas de jogadores influentes, que podem mostrar um novo Atlético de Madrid.

Na quarta-feira, o clube anunciou a chegada de João Félix, do Benfica, naquela que é a sua contratação mais cara de sempre, por 120 milhões de euros para os 'encarnados', mas num valor que ascende para os madrilenos a 127,2 ME.

Félix, de 19 anos, é uma aposta para a nova época do Atlético, bem como os ex-portistas Felipe, central que foi contratado por 20 milhões de euros, e Herrera, médio, que terminou em 30 de junho a ligação ao FC Porto e foi adquirido a custo zero pelos espanhóis.

As muitas mudanças, também com as saídas de Diego Godín (Inter Milão), Rodri Hernandez (Manchester City), e as prováveis de Filipe Luís, Juanfran e Griezmann, indiciam uma 'nova era' para o Atlético, que ainda negoceia com o Chelsea a permanência definitiva de Morata.

O início dos trabalhos teve os habituais exames médicos e trabalho em ginásio, num dia em que os jogadores, num grupo em que ainda faltam os que estiveram nas seleções, subiram também ao relvado, liderados por Diego Costa.

Felipe e Herrera são esperados na sexta-feira e João Félix no domingo, dia em que a equipa viaja para Los Angeles, realizando dois jogos da International Champions Cup nos Estados Unidos, em 24 de julho, com o Chivas, e em 27, com o Real Madrid, fechando a competição em Estocolmo, com a Juventus, em 10 de agosto.

Lusa

  • Doente deitada no chão do hospital?
    2:20