Desporto

João Félix entra para o lote dos jogadores mais caros de sempre

JOSE SENA GOULAO

O único jogador com duas presenças no top-10 das transferências mais caras é Cristiano Ronaldo.

O avançado português João Félix entrou esta quarta-feira para o top-5 dos futebolistas mais caros da história, depois de o Atlético de Madrid ter pagado os 120 milhões da cláusula de rescisão do contrato com o Benfica.

O jovem jogador, de 19 anos, tornou-se mesmo o português mais caro da história, ultrapassando os 100 milhões de euros que a Juventus pagou por Cristiano Ronaldo ao Real Madrid, em 2018/19.

A transferência de João Félix igualou os 120 milhões pagos pelo FC Barcelona ao Liverpool pelo brasileiro Philippe Coutinho, embora a mudança do médio para a Catalunha possa ainda chegar aos 160 milhões, uma vez que se tratava de um contrato por objetivos.

Destacado no topo da tabela das mais caras transferências de sempre continua o brasileiro Neymar, depois de, há duas épocas, o Paris Saint-Germain ter acionado a cláusula de rescisão do contrato com o Barcelona, que ascendia de 222 milhões de euros.

Na mesma temporada, os parisienses contrataram o avançado francês Kylian Mbappé ao Mónaco, mas através de um empréstimo com obrigação de compra no final da época, por 145 milhões de euros, mais 35 em valores variáveis.

Os franceses Ousmane Dembélé, que se transferiu do Borussia Dortmund para o Barcelona, e Paul Pogba, que trocou a Juventus pelo Manchester United, custaram 105 milhões de euros, cada, aos quais podem acrescer também variáveis.

Já neste defeso, o belga Eden Hazard deixou o Chelsea para rumar ao Real Madrid, que pagou 100 milhões pelo seu passe, o mesmo valor que os merengues tinham despendido para resgatar o galês Gareth Bale ao Tottenham.

O único jogador com duas presenças no top-10 das transferências mais caras é Cristiano Ronaldo, que, em 2009, já tinha trocado o Manchester United pelo Real Madrid, por 94 milhões de euros.

Lusa