Desporto

Campeã mundial de patinagem artística morre aos 20 anos

Ekaterina Alexandrovskaya e Harley Windsor, durante uma atuação em Itália.

Alessandro Garofalo

Ekaterina Alexandrovskaya, patinadora russa, representava a Austrália desde os 16 anos.

Ekaterina Alexandrovskaya, patinadora artística russa de 20 anos, morreu no sábado em Moscovo, informou a Associação Internacional de Patinagem.

Através de um comunicado publicado no site, a entidade prestou as suas condolências referindo que "com profunda tristeza" soube da "repentina e inesperada morte de Ekaterina Alexandrovskaya"

"A Associação Internacional de Patinagem está em choque com a notícia da morte de Ekaterina. Ela era um par talentoso na patinagem e a comunidade vai sentir a sua falta. Os nossos profundos sentimentos à sua família e colegas de equipa" afirmou o presidente do organismo.

Apesar de ter nascido na Rússia, Ekaterina Alexandrovskaya competia pela Austrália desde 2016, momento em que começou a fazer par com Harley Windsor, patinador australiano que utilizou as redes sociais para se despedir.

Instagram

"Descansa em paz Katia"

"Palavras não conseguem descrever o que sinto neste momento. Estou devastado (...) com a súbita morte da Katia. Tudo o que conseguimos alcançar através da nossa parceria é algo que nunca vou esquecer e vou guardar para sempre no meu coração (...). Descansa em paz Katia".

Juntos desde 2016, os dois patinadores venceram o Mundial de Juniores em 2017 e foram o primeiro par australiano a vencer o Grande Prémio do campeonato da Associação Internacional de Patinagem, tendo ainda participado nos Jogos Olímpicos em 2018.

Instagram

O fim da parceria foi anunciado em fevereiro, devido a problemas de saúde de Ekaterina Alexandrovskaya.

Até ao momento não foram reveladas as causas da morte, mas segundo a imprensa russa, que cita fontes da investigação, a patinadora atravessava uma fase depressiva e terá saltado de uma janela do seu apartamento, situado num 6.º andar.