Desporto

Pedro Proença à conversa com Duarte Gomes: “Caso Palhinha é gravíssimo”

Ex-árbitros juntaram-se para conversar nas redes sociais.

Pedro Proença considera que foi aberto um precedente gravíssimo no processo que envolveu o jogador do Sporting João Palhinha. O presidente da Liga Portugal esteve na noite de quarta-feira, nas redes sociais, à conversa com o também ex-árbitro Duarte Gomes e confessou que espera ter público nos estádios ainda esta temporada.

Dois amigos, árbitros da mesma geração, que encostaram o apito há cerca de cinco anos. Seguiram caminhos diferentes e esta quarta-feira juntaram-se à conversa nas redes sociais, na página do “Kickoff”, um espaço criado por Duarte Gomes, aberto a todos onde o assunto é quase sempre a arbitragem.

O convidado, Pedro Proença, mostrou cartão vermelho ao que aconteceu no caso Palhinha e todo o processo relacionado com o pedido de despenalização do jogador do Sporting que se arrastou no tempo.

O presidente da Liga Portugal manifestou o desejo do regresso do público aos estádios e abordou ainda a centralização dos direitos televisivos. Pedro Proença considera esta mudança vai trazer maior competitividade e equilíbrio ao campeonato português.

Veja também:

  • Confidentes de alunos e cúmplices de professores: o braço contínuo

    País

    Chamam-lhes “funcionários” porque funcionam. A expressão até parece sugerir que eles são os únicos que “funcionam”, dentro de uma escola. Acalmem-se os tolos. Significa apenas que os “assistentes operacionais”, ou “auxiliares de ação educativa”, títulos mais pomposos do que “contínuos” – expressão que estimo muito - são pau para toda a colher.

    Opinião

    Rui Correia

  • O planeta em que todos vivemos

    Futuro Hoje

    O Planeta Lourenço terá que ser ainda mais simples e eficaz na mensagem. É um risco. Frequentemente, quando me mostram aparelhos ou programas as coisas falham, é o que chamo de síndrome da demonstração. Mas isto acontece na vida real, é assim que vamos fazer.

    Opinião

    Lourenço Medeiros