Desporto

Futebol profissional proibido em França no dia 5 de maio devido à tragédia de Furiani

Reuters

Morreram 19 pessoas na sequência do colapso de uma bancada em 1992.

O parlamento francês aprovou esta quinta-feira um projeto de lei que impede a realização de jogos dos campeonatos profissionais de futebol a 5 de maio, em homenagem às vítimas da tragédia de Furiani, que matou 19 pessoas, em 1992.

O projeto de lei, apoiado pelo governo francês, prevê a alteração do código desportivo do país, para que "nenhum jogo ou evento" da Ligue 1, Ligue 2, Taça de França e Taça da Liga francesa seja disputado a 5 de maio, data do desastre que ocorreu há quase três décadas, na Córsega.

Nessa data, antes do início do jogo entre o Bastia e o Marselha, das meias-finais da Taça de França, uma das bancadas superiores do Estádio Armand Cesari colapsou, resultando em 19 mortos e mais de 2.300 feridos.

Ao contrário das provas profissionais, os jogos de futebol amador podem realizar-se, mas os jogadores terão que utilizar uma braçadeira preta e haverá um minuto de silêncio antes do início das partidas.

► Veja mais: