Desporto

Roger Federer fora do ranking mundial pela primeira vez em 25 anos

Roger Federer fora do ranking mundial pela primeira vez em 25 anos
Shi Tang/ Getty Imagens

Um ranking onde estava desde os 16 anos e que é atualmente liderado pelo russo Daniil Medvedev.

O suíço Roger Federer ficou fora esta segunda-feira, e pela primeira vez, do ranking do ténis mundial, no qual se estreou aos 16 anos, em setembro de 1997, há quase 25 anos, e que é liderado pelo russo Daniil Medvedev.

A pouco mais de 15 dias de completar 41 anos, Federer, que em 1997 entrou para o 803.º lugar ranking, fica fora de uma lista, que liderou durante 310 semanas, um recorde que lhe foi 'roubado' em março do ano passado por Novak Djokovic.

Federer, que ocupava a 97.ª posição da tabela antes do início do torneio de Wimbledon, que terminou no domingo com a vitória de Djokovic, ficou agora sem pontos, uma vez que o 'ranking' se baseia na pontuação das últimas 52 semanas.

O tenista suíço está sem competir desde a edição 2021 do torneio londrino, e em agosto passado foi operado pela terceira vez ao joelho direito.

O ranking divulgado hoje, não espelha os últimos resultados, uma vez que a Associação de Tenistas Profissionais (ATP), que decidiu não atribuir pontos pela prestação no torneio de Wimbledon, por discordar da decisão dos organizadores de impedir a participação de tenistas russos e bielorrussos, devido à invasão armada à Ucrânia.

Na tabela, o sérvio Novak Djokovic, que no domingo conquistou o sétimo título em Wimbledon, desceu do terceiro para o sétimo lugar da hierarquia do ténis mundial, e o australiano Nick Kyrgios, finalista vencido, também foi prejudicado pela não atribuição de pontos, descendo cinco lugares na classificação, na qual ocupa o 45.º posto.

O russo Daniil Medvedev, impedido pelos organizadores de disputar o torneio de Wimbledon, continua a liderar a tabela, seguido do alemão Alexander Zverev, que é segundo, e do espanhol Rafael Nadal, que abandonou o torneio londrino devido a uma lesão um dia antes da meia-final frente a Kyrgios, terceiro.

Últimas Notícias
Mais Vistos