Desporto

Processo da FPF a jornalista: o que está em causa?

Loading...
Factos decorreram no final do jogo entre Sporting e Desportivo de Chaves.

Uma jornalista da SportTV está a ser alvo de um processo disciplinar por parte do Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) por ter colocado uma pergunta a Rúben Amorim sobre Slimani, ex-jogador do Sporting.

O delegado do Sporting ao jogo - Vasco Fernandes - decidiu fazer queixa e pedir ao delegado da Liga que escrevesse no relatório do encontro que a jornalista tinha colocado uma questão à margem do âmbito deste.

O artigo 91.º do regulamento disciplinar das competições da Liga explicita que a “flash interview” - entrevista rápida no final da partida - versa "exclusivamente as ocorrências do jogo".

Como os jornalistas do canal detentor dos direitos de transmissão são considerados agentes desportivos, o Conselho de Disciplina veio explicar que não podia ignorar o facto e que "está obrigado a sancionar em processo sumário ou a instaurar processo disciplinar quando chegam ao seu conhecimento indícios da prática de ilícito disciplinar".

O órgão federativo esclarece ainda que decidiu pelo processo disciplinar para que possa ser feita uma reflexão e ponderação entre a proteção dos valores desportivos e a proteção da liberdade de expressão.

A Associação dos Jornalistas de Desporto já veio admitir que desconhecia que os jornalistas podiam estar, “de forma inaceitável”, submetidos ao inusitado âmbito disciplinar. Admite ainda pagar a multa da jornalista em moedas de cêntimos, multa essa que pode chegar aos 2.500 euros.

À pergunta sobre Slimani, Rúben Amorim disse que responderia na conferência de imprensa.

Últimas Notícias
Mais Vistos