Desporto

"O avião é pouco fiável": o aviso do piloto que podia ter evitado a morte de Emiliano Sala

"O avião é pouco fiável": o aviso do piloto que podia ter evitado a morte de Emiliano Sala
LOIC VENANCE/Getty Imagens
A BBC teve acesso a uma chamada do piloto para um amigo na qual alertou para a instabilidade do aparelho e disse que ia com o colete salva-vidas vestido.

Mais de três anos e meio depois do acidente aéreo que vitimou o futebolista Emiliano Sala, a BBC revela novas informações sobre o sucedido. A televisão britânica teve acesso a uma chamada entre o piloto David Ibbotson e um amigo, na qual alertava para o facto de o avião ser "pouco fiável e perigoso".

Por isso, disse o piloto na chamada, “vou levar o colete salva-vidas posto”.

Na mesma chamada, divulgada esta quarta-feira pela BBC, o piloto conta que ouviu um “estalido” na aeronave durante a viagem que fez anteriormente.

“Estava no meio do Canal da Mancha e ouvi um ‘bang’. Não sabia o que se passava. Aproveitei para verificar tudo [mas] como estava tudo bem, continuei a viagem. Mas o barulho chamou-me mesmo a atenção”.

David Ibbotson queixou-se também, na mesma comunicação, que o pedal do freio esquerdo não funcionava e que havia “uma nuvem densa e muito baixa” dentro da aeronave - um Piper PA-46 Malibu de 35 anos - e que isso “podia ser perigoso”.

“Este avião tem que voltar ao hangar. É uma aeronave muito pouco fiável”

“Parece que o avião vai cair aos pedaços”

O próprio Emiliano Sala reparou nos problemas da aeronave. Em mensagens de áudio, enviadas por WhatsApp ao amigo Nicolas Pallois, pouco depois de deslocar de Nantes rumo a Cardiff, contou que foram feitas “três a cinco tentativas” para descolar.

Já durante a viagem, o futebolista enviou nova mensagem a colegas argentinos na qual se mostrava apreensivo: “Parece que o avião vai cair aos pedaços. Se em uma hora e meia não tiverem notícias minhas… Tenho medo”.

21 de janeiro de 2019

O avançado argentino rumou a Cardiff para integrar o clube da Premier League Cardiff Citym. Mas dois dias depois de assinar pelo emblema inglês, e de se ter despedido dos colegas no Nantes, o avião privado onde Emiliano Sala seguia saiu dos radares quando estaria a cerca de 20 quilómetros a Norte da ilha inglesa Guernesey.

Desde logo temeu-se o pior, mas só dias depois, a 30 de janeiro foram encontrados destroços da aeronave e só a 3 de fevereiro foi encontrado o aparelho Piper PA-46 Malibu, no fundo do Canal da Mancha.

O corpo de Emiliano Sala foi encontrado no dia seguinte, mas o do piloto nunca chegou a ser descoberto.

Últimas Notícias
Mais Vistos