Desporto

Treinador do Benfica comenta renúncia de Rafa à Seleção

Treinador do Benfica comenta renúncia de Rafa à Seleção
Carlos Rodrigues

Roger Schmidt abordou o assunto na antevisão da partida frente ao Vitória de Guimarães.

O treinador do Benfica, Roger Schmidt, disse esta sexta-feira que respeita a decisão de Rafa, de renunciar à seleção portuguesa de futebol, mas recusou revelar o que terá conversado com o avançado de 29 anos antes do anúncio.

"Não vou falar das conversas [que tenho] com os meus jogadores. Mas respeito a decisão do Rafa. É um grande jogador, mas também uma grande pessoa, sempre muito honesto, claro nas suas ideias, no que pretende fazer. Tomou esta decisão para se focar completamente no Benfica e eu respeito a sua decisão", comentou o técnico alemão, no Seixal.

Schmidt abordou a renúncia de Rafa à seleção portuguesa durante a conferência de imprensa de antevisão da visita ao Vitória de Guimarães, no sábado, a contar para a I Liga, e por isso comentou ainda outros temas relacionados com o plantel, como a iminência de ter seis defesas centrais à disposição nas próximas semanas.

Lesionados poderão voltar a jogo nas próximas semanas

O técnico confirmou que João Victor "já não precisa de muito tempo para estar disponível novamente", que Lucas Veríssimo poderá "integrar os treinos sem limitações nas próximas semanas" e defendeu a contratação John Brooks, apesar de "Morato também estar a evoluir bem".

"Claro que não é habitual ter seis defesas centrais na equipa a este nível, mas depende um pouco das últimas semanas, das lesões e depois temos de encontrar soluções quando os jogadores estiverem disponíveis. Mas isso é o que acontece sempre numa equipa de futebol, por isso irão jogar os melhores [quando estiverem todos disponíveis] ", atirou Roger Schmidt.

Para além dos três defesas centrais brasileiros que estão em recuperação, o técnico conta ainda com Otamendi e António Silva, que têm sido os habituais titulares, além de John Brooks, contratado nos últimos dias do mercado de transferências, após a lesão de Morato.

Últimas Notícias
Mais Vistos