Economia

Centrais sindicais descentralizam as comemorações do 1º Maio

Centrais sindicais descentralizam as comemorações do 1º Maio

No dia do trabalhador, as centrais sindicais descentralizam as comemorações. A CGTP organiza iniciativas pelo país. A UGT mobilizou-se para assinalar a data na zona afetada pelos incêndios do verão passado.

  • "Mais do que comemorar o 1º de maio, temos de fazer um mês de luta"
    0:27

    País

    A CGTP comemora hoje o Dia do Trabalhador com manifestações e festividades em cerca de 40 localidades do país. Em Évora, o coordenador da União de sindicatos do distrito, Valter Lóios, explicou à SIC que este é um dia importante para os trabalhadores região, nomeadamente pelos direitos que foram conquistados no Alentejo como as 8 horas de trabalho diário.

  • Dia do trabalhador com manifestações e greve na distribuição

    País

    Os trabalhadores do setor da grande distribuição comemoram hoje o 1.º de Maio em greve, para defender aumentos salariais e melhores condições de trabalho. As comemorações do Dia do Trabalhador em Lisboa começam com a Corrida Internacional do 1.º de Maio, com partida e chegada no Estádio 1.º de Maio. Para a tarde está marcado o desfile entre o Martim Moniz e a Alameda D. Afonso Henriques, com intervenções sindicais.

  • Família separada pelo tribunal
    0:38
    Entregues à sorte

    Entregues à sorte

    Sandra Lima tinha seis anos e a irmã Albertina Silva tinha 16 quando o Tribunal da Horta ordenou a retirada das crianças aos pais biológicos. Os irmãos foram espalhados por várias instituições e Sandra acabou por ser adotada por norte-americanos aos 10 anos. Uma história para ver segunda-feira, no Jornal da Noite.

    Segunda-feira no Jornal da Noite

    Amélia Moura Ramos