Economia

Infraestruturas de Portugal aumentam portagens em 22% da rede em 2019

Valores oscilam entre os 5 e os 25 cêntimos.

A Infraestruturas de Portugal (IP) irá aumentar as portagens em 22% da sua rede em 2019, em valores que oscilam entre os 5 e os 25 cêntimos, informou esta sexta-feira a empresa em comunicado.

"Em consequência da evolução positiva do valor do Índice de Preços ao Consumidor sem Habitação (IPC), nas autoestradas cujo valor de portagem constitui receita da IP, em apenas 111 tarifas praticadas (22% de um total de 500) haverá uma variação das taxas cobradas aos utilizadores, que vigorará a partir do próximo dia 1 de janeiro de 2019", justifica a empresa pública.

A IP salienta ainda que, no que diz respeito à Classe 1 de veículos, há várias concessões que mantêm os valores das portagens:

  • A4 - Túnel do Marão,
  • A4 - Autoestrada Transmontana,
  • A23 entre Torres Novas e Abrantes,
  • A21 - Ericeira-Venda do Pinheiro,
  • A19 Litoral Oeste,
  • A13 e A13-1 - Pinhal Interior,
  • A16 - Grande Lisboa,
  • A4, A41 e A42 - Grande Porto.

Entre as vias que terão alterações de preço, estão a A25, da Concessão Beiras Litoral e Alta, com uma subida de 25 cêntimos na Classe 1, a A29, com um aumento de 5 cêntimos.

A A7 e a A11 sobem 5 e 10 cêntimos, respetivamente.

A A22, no Algarve, irá custar mais 15 cêntimos, aumento igual ao que irá registar-se na A24.

Na A28 a Classe 1 sobe 10 cêntimos e na A33 aumenta 5 cêntimos, o mesmo crescimento verificado na A8.

Estes valores referem-se ao total da viagem na estrada em causa.

Lusa