Economia

Huawei prepara sistema operativo alternativo para não depender dos EUA 

Huawei prepara sistema operativo alternativo para não depender dos EUA 

Administração norte-americana considera marca chinesa uma ameaça e proibiu algumas marcas de fornecerem programas à Huawei.

Na guerra comercial entre os Estados Unidos e a China, a última notícia é de peso. A Google vai deixar de fornecer programas para os telemóveis da Huawei. As atualizações de segurança estão garantidas mas os próximos smatphones Huawei podem não ter acesso às aplicações do Android.

A administração norte-americana considera que a marca chinesa é uma ameaça e como tal a Google, a Intel, a Qualcom e a Broadcom têm que parar de vender equipamentos ou programas, a não ser com uma autorização especial caso a caso.

A Huawei já está a preparar um sistema operativo alternativo para não depender dos Estados Unidos.

  • Aldeia de Roberto Leal recebe notícia da morte com consternação
    2:02