Economia

Vítor Constâncio reitera que não negou informação aos deputados

O ex-governador do Banco de Portugal Vítor Constâncio voltou a garantir que não mentiu aos deputados e que não omitiu informação ao Parlamento sobre o crédito de 350 milhões euros concedido a Joe Berardo pela Caixa Geral de Depósitos.

Num direito de resposta, de duas páginas, enviado ao jornal Público, diz que a notícia publicada na semana passada sobre o caso não passa de "um conjunto de confusões, fabricações e calúnias".

Diz que o facto do Banco de Portugal não se ter oposto à compra de ações do BCP por Berardo não significa que o tenha autorizado.

Vítor Constâncio voltou também a reforçar que o regulador não aprova créditos decididos pela gestão comercial dos bancos.

  • Saiba quais são os medicamentos que contêm ranitidina
    0:53