Economia

CGD reduziu 254 trabalhadores entre janeiro e setembro

Rafael Marchante

Banco obteve lucros de 640,9 milhões de euros nos primeiros nove meses deste ano.

A Caixa Geral de Depósitos (CGD) reduziu 254 trabalhadores desde o início do ano, segundo as contas dos primeiros nove meses do ano divulgadas esta sexta-feira.

Segundo as contas até setembro, o grupo CGD tinha na atividade em Portugal 7.421 funcionários, o que compara com os 7.675 que tinha em final de 2018.

A CGD tem estado num processo de redução de trabalhadores desde que foi recapitalizada e negociou o plano de reestruturação com a Comissão Europeia.

Em maio, o presidente executivo da CGD, Paulo Macedo, disse que em termos líquidos (saídas-contratações) a expetativa para este ano é que saiam cerca de 570 pessoas (entre pré-reformas, rescisões por mútuo acordo e não renovação de contratos a termo).Quanto a agências, a CGD tinha 510 em setembro em Portugal, menos 12 do que em dezembro passado.

A CGD divulgou hoje que obteve lucros de 640,9 milhões de euros nos primeiros nove meses deste ano, mais 73,5% do que nos mesmos nove meses de 2018.

Lusa

  • Escolas fazem negócio com refeições
    11:40