Economia

Parlamento chumba controlo público da TAP

Parlamento chumba controlo público da TAP

A TAP vai continuar com gestão exclusivamente privada.

Os projetos do Bloco de Esquerda para nacionalizar a TAP e do PCP e dos Verdes para passar a companhia aérea para controlo público foram esta sexta-feira chumbados por 197 dos 230 deputados.

Foi também chumbada uma exigência do Iniciativa Liberal para que qualquer ajuda do Estado à transportadora tivesse de ser aprovada pelo Parlamento.

TAP não pode beneficiar do quadro de ajudas da União Europeia

A Comissão Europeia disse na quinta-feira que a TAP não podia beneficiar do quadro extraordinário de ajudas, que foi criado para responder à pandemia, porque os problemas financeiros da companhia já eram anteriores a esta crise.

O esclarecimento surgiu depois do ministro das Infraestruturas ter dito que o modelo de ajuda, que implica uma reestruturação, tinha sido imposto por Bruxelas.

Ministro das Infraestruturas ataca acionistas privados da TAP

O ministro das Infraestruturas acredita que a providência cautelar movida pela Associação Comercial do Porto não vai travar a ajuda do Estado à TAP.

Em declarações a um podcast do PS, Pedro Nuno Santos voltou a atacar os acionistas privados, que acusa de não estarem verdadeiramente empenhados no futuro da companhia.