Economia

Primeiro-ministro holandês sai satisfeito das negociações

Primeiro-ministro holandês sai satisfeito das negociações

Foi aprovado o fundo de 750 mil milhões de euros para responder ao impacto da pandemia de Covid-19.

Após cinco dias de negociações, o Conselho Europeu chegou a acordo relativamente ao Fundo de Recuperação económica, em que serão disponibilizados 750 mil milhões de euros aos países da UE para o combate à crise provocada pelo novo coronavírus.

Este acordo contempla a exigência dos Países Baixos, Áustria, Finlândia, Suécia e Dinamarca - os chamados países frugais - ou seja, o dinheiro será fiscalizados para que seja gerido da melhor forma.

O primeiro-ministro holandês, Mark Rutte, - um dos que mais insistiu na proposta - disse que sai satisfeito das negociações.

APROVADO FUNDO DE 750 MIL MILHÕES DE EUROS. PORTUGAL RECEBE 45 MIL MILHÕES

O Conselho Europeu aprovou um acordo para retoma da economia comunitária pós-crise, num pacote total de 1,82 biliões de euros.

Aprovada nesta reunião histórica foi a proposta global apresentada ao quarto dia de negociações por Charles Michel, prevendo um orçamento para 2021-2027 de 1,074 biliões de euros e um Fundo de Recuperação de 750 mil milhões, com pouco mais de metade em subvenções.