Economia

Taxa de desemprego sobe para os 7,8% no 3.º trimestre

Depois de uma queda do 1º para o 2º trimestre, a taxa de desemprego volta a subir.

O número de desempregados em Portugal deu um salto histórico entre julho e setembro. Aumentou mais de 45% face ao trimestre anterior, a maior subida em nove anos.

A taxa de desemprego começa finalmente a refletir os efeitos da pandemia e a consequente degradação do mercado de trabalho. Até ao final do segundo trimestre, os números não eram significativos porque, com o confinamento, muitos portugueses sem trabalho não procuraram emprego por causa das medidas mais restritivas e isso fez com que não fossem considerados desempregados.

A partir de julho, a situação alterou-se, daí que no terceiro trimestre deste ano a taxa de desemprego já se tenha fixado nos 7,8%, mais 2,2 pontos percentuais face ao trimestre anterior.

  • Confidentes de alunos e cúmplices de professores: o braço contínuo

    País

    Chamam-lhes “funcionários” porque funcionam. A expressão até parece sugerir que eles são os únicos que “funcionam”, dentro de uma escola. Acalmem-se os tolos. Significa apenas que os “assistentes operacionais”, ou “auxiliares de ação educativa”, títulos mais pomposos do que “contínuos” – expressão que estimo muito - são pau para toda a colher.

    Opinião

    Rui Correia

  • O planeta em que todos vivemos

    Futuro Hoje

    O Planeta Lourenço terá que ser ainda mais simples e eficaz na mensagem. É um risco. Frequentemente, quando me mostram aparelhos ou programas as coisas falham, é o que chamo de síndrome da demonstração. Mas isto acontece na vida real, é assim que vamos fazer.

    Opinião

    Lourenço Medeiros