Economia

O "plano a conta-gotas" que não esclarece a testagem e que traz preocupações para a economia

Opinião

Análise de Bernardo Ferrão e José Gomes Ferreira ao plano de desconfinamento.

O primeiro-ministro António Costa apresentou esta quinta-feira o plano de desconfinamento. Tanto para Bernardo Ferrão como para José Gomes Ferreira este é um "plano a conta-gotas".

O plano faz um equilíbrio entre as preocupações da saúde e da economia, considera Bernardo Ferrão, que levantou apenas uma questão: como será feita testagem e o rastreio.

"Ainda não percebi qual a estratégia para esta testagem, que vai ser fundamental para controlar o aumento de casos. Sobre isso não temos grandes pormenores", aponta.

Em relação aos efeitos económicos deste plano, José Gomes Ferreira explica que vai causar o efeito de arrastamento de perda de um primeiro trimestre.

"Estamos a falar de um segundo semestre que não vai recuperar", disse.

Para Gomes Ferreira, a maior preocupação recai sobre a perceção acerca da condição do país para receber turistas, visto que o plano se arrasta por um período longo de tempo.