Economia

Estado arrisca emprestar mais 1,6 mil milhões de euros ao Novo Banco

Valor avançado pela auditoria do Tribunal de Contas.

O Estado arrisca-se a pôr mais 1,6 mil milhões de euros no Novo Banco.

O contrato com os americanos da Lone Star prevê que, se o banco esgotar os 3,9 mil milhões que ficaram definidos, ainda pode pedir mais.

O valor nunca tinha sido revelado nem pelo Governo nem pelo Banco de Portugal.

Chamaram-lhe backstop, uma espécie de rede de segurança: se depois de todas as ajudas do Fundo de Resolução ao Novo Banco, o banco precisar de mais, é acionado esse mecanismo e o Estado põe mais dinheiro.

A existência desta rede só foi tornada pública em 2018, mas o valor acordado para o pior dos cenários nunca foi revelado.