Economia

Taxa de desemprego sobe para 7,0% em abril e 7,2% em maio

Lusa

Dados divulgados esta quarta-feira pelo INE.

A taxa de desemprego foi de 7,0% em abril, mais 0,4 pontos percentuais face a março e mais 0,6 pontos percentuais em termos homólogos, e terá registado nova subida, para 7,2%, em maio, segundo o INE.

De acordo com as "Estimativas Mensais de Emprego e Desemprego" divulgadas hoje pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), os dados provisórios apontam que, em maio, a taxa de desemprego (segundo o conceito da Organização Internacional de Trabalho) tenha aumentado para 7,2%, mais 0,2 pontos percentuais do que no mês precedente e mais 1,2 pontos percentuais do que em maio de 2020.

O INE refere que, segundo a estimativa revista (mas ainda provisória) de abril de 2021, a população desempregada foi de 353,9 mil pessoas, tendo aumentado 6,4% (21,4 mil pessoas) em relação a março de 2021 e 10,6% (34,1 mil) face a abril de 2020.

A taxa de desemprego de jovens foi estimada em 24,4%, diminuindo 0,5 pontos percentuais relativamente ao mês anterior.

A taxa de desemprego dos adultos situou-se, por sua vez, em 5,9% e aumentou 0,2 pontos percentuais por comparação com a taxa de março de 2020.

A taxa subutilização de trabalho -- um indicador que agrega a população desempregada, o subemprego de trabalhadores a tempo parcial, os inativos à procura de emprego, mas não disponíveis e os inativos disponíveis, mas que não procuram emprego -- situou-se em 12,9% em abril, valor igual ao do mês anterior e inferior em 0,9 pontos percentuais ao de abril de 2020.

A população empregada, por sua vez, aumentou 0,1% (6,0 mil) em abril de 2021 relativamente ao mês anterior e subiu 1,3% (61,7 mil) face ao mesmo mês de 2020, somando 4.720,7 mil pessoas.

Relativamente a maio de 2021, os dados provisórios do INE indicam que a população empregada aumentou 0,3% (13,8 mil) em relação ao mês anterior e 3,5% (161,6 mil) relativamente ao mesmo mês de 2020.

Já a população desempregada aumentou 3,1% (10,9 mil) em maio face ao mês anterior e 25,4% (73,8 mil) por comparação com maio de 2020.

A taxa de desemprego situou-se em 7,2%, valor superior em 0,2 pontos percentuais em relação ao do mês precedente e em 1,2 pontos percentuais ao de maio de 2020.

A taxa subutilização de trabalho em maio, por sua vez, situou-se em 12,8%, diminuindo 0,1 pontos percentuais em relação ao mês anterior e 2,1 pontos percentuais face ao mesmo mês de 2020.

VEJA MAIS:

  • 4:21