Economia

Trabalhadores da Groundforce em greve ao trabalho extraordinário até outubro

Sindicato garante que os serviços mínimos serão assegurados.

Os trabalhadores da Groundforce estão em greve ao trabalho extraordinário a partir de hoje e até ao final de outubro. Esta quarta-feira, a empresa recusou o acordo proposto pela TAP, que permitiria o pagamento do subsídio de férias dos funcionários.

O sindicato dos técnicos de handling explicou que a paralisação abrange os trabalhadores dos aeroportos de Lisboa, Porto, Faro, Funchal e Porto Santo, mas garantiu que os serviços mínimos serão assegurados.

As relações entre as duas empresas estão tensas, com acusações de parte a parte. A Groundforce reclama da TAP quatro milhões de euros em dívida, mas a companhia aérea assegura que não é devedora e sim credora da Groundforce.