Economia

Governo diz que Galp recusou formação para os trabalhadores da refinaria de Matosinhos

Galp alega que programa obrigava à suspensão de contratos.

O Ministério do Trabalho garante que a Galp recusou uma proposta que poderia ter adiado o despedimento coletivo de quase 140 trabalhadores da refinaria de Matosinhos.

A solução passava por um programa de formação profissional, em que a empresa continuava a pagar os salários e os funcionários mantinham o contrato.

Em comunicado, a Galp diz que os planos de formação implicavam a suspensão dos contratos. E que, assim, os trabalhadores não teriam acesso nem a salário, nem a subsídio de desemprego. A Galp sublinha que continua disponível para encontrar soluções em conjunto com o Ministério do Trabalho.

VEJA TAMBÉM:

  • Vamos falar de jejum: era capaz de ficar 16 horas por dia sem comer?

    País

    O jejum intermitente é um regime alimentar que impõe um período de restrição alimentar. Existem vários modelos, mas o mais conhecido é dividido em 16 horas de jejum e oito horas em que pode comer livremente. Os especialistas reconhecem benefícios nesta prática, mas afirmam que a investigação científica ainda é escassa.

    Exclusivo Online

    Filipa Traqueia