Economia

Rússia suspende gás para a Europa: manutenção programada ou corte político?

Loading...
Gazprom interrompe abastecimento durante três dias.

A Rússia suspendeu o fornecimento de gás à União Europeia através do gasoduto Nord Stream 1 durante três dias. A Gazprom fala de uma manutenção programada, mas o Governo alemão entende que se trata de um corte político para aumentar o preço da energia.

Apesar de se estimar que o impacto dos três dias de interrupção do fornecimento seja reduzido, aumenta o receio que o corte se mantenha depois disso, como retaliação russa pelas sucessivas sanções aplicadas a Moscovo.

A suspensão serve, por isso, como novo alerta para a necessidade de reduzir a dependência do gás natural russo, que representa cerca de 45% de todo o gás importado pela União Europeia.

Em sentido inverso, estão a China e a Hungria (membro da União Europeia), que vão aumentar as importações de gás russo. Vai nascer um novo gasoduto da Rússia para a China e a Hungria anunciou esta quarta-feira um novo contrato de fornecimento de gás com a Gazprom.

Últimas Notícias
Mais Vistos