Economia

Portugueses reagem ao apoio do Governo de 125 euros: "Uma mão cheia de nada"

Loading...

Trata-se de um apoio pontual, cujo valor será transferido no mês de outubro.

O ministro das Finanças aconselha os portugueses a atualizarem os dados das contas bancárias nos sites do Ministério das Finanças e da Autoridade Tributária. O Governo anunciou um apoio extraordinário de 125 euros para quem recebe até 2.700 euros brutos por mês e mais 50 euros por cada filho. Contudo, as opiniões dividem-se. Há quem fique mais aliviado com estas medidas, mas há também quem considere o apoio insuficiente.

O apoio extraordinário pontual de 125 euros para todos os cidadãos será depositado automaticamente na conta dos portugueses já no próximo mês.

"É uma medida que se aplica a todos os contribuintes, em IRS, aqueles que, em função dos seus rendimentos, estão isentos de pagar IRS e de apresentar a declaração IRS e todos aqueles que são beneficiários das prestações sociais seja o subsídio de desemprego, o subsídio social de desemprego, o rendimentos social de inserção, a prestação social única ou o subsídio dos cuidadores informais"., afirmou o primeiro-ministro na segunda-feira.

No total, serão cerca de 5,8 milhões de adultos a receber os 125 euros. O apoio aos filhos abrange 2,2 milhões de dependentes.

Últimas Notícias
Mais Vistos