Economia

Fatura do gás natural pode aumentar até 40 euros em outubro

Loading...

Quando comparado com 2021, o gás natural será 8,2% mais caro.

A partir de sexta-feira, as famílias e os pequenos negócios vão pagar mais pelo gás natural. A luz também vai ficar mais cara para os clientes do mercado regulado.

O mês de outubro vai ficar marcado pela subida significativa nas tarifas do gás natural: em algumas situações pode aumentar para o dobro ou para o triplo. Na Galp, o preço vai subir para os 17 cêntimos e na EDP para os 20.

A título de exemplo, uma fatura de 20 euros de gás da EDP Comercial pode alcançar os 60 euros. Por outro lado, a Goldenergy informou que o aumento médio da fatura de outubro será de 10 euros, já com taxas e impostos, para famílias e pequenos negócios.

Quando comparado com 2021, o gás natural será 8,2% mais caro. Uma das formas de atenuar este impacto é mudar para o mercado regulado, em detrimento do mercado liberalizado. Mas, mesmo assim, há uma aumento de 3,9%, o que se materializará num aumento de seis cêntimos por kWh, a partir deste sábado. Na Endesa e na Iberdrola, para já os preços mantém-se inalterados.

Na luz, MWh passará a custar cinco euros

A luz também ficará mais cara. No mercado regulado os clientes passarão a pagar cinco euros por MWh, o que representa uma subida de 3% na fatura.

Para além destes aumentos, há ainda uma nova taxa na fatura da luz que foi criada com o intuito de abater o preço pago pelo gás na produção de energia.

Apesar de fazer aumentar o valor que o cliente vai pagar amortece, ainda assim, o preço da fatura, uma vez que, sem este mecanismo, o consumidor pagaria ainda mais.

Últimas Notícias
Mais Vistos