Economia

Empresários da restauração pedem descida temporária do IVA para compensar aumentos na energia

Loading...

Situação está a tornar-se insustentável e empresários já falam na possibilidade de despedimentos.

Os empresários da restauração descrevem uma situação insustentável perante o aumento das despesas energéticas e das matérias primas.

A palavra “despedimentos” já se vai ouvindo, numa altura em que se teme que os negócios deixem de ser viáveis.

A descida temporária do IVA para compensar estas subidas é uma das medidas pedidas pelos empresários da restauração, que se veem sem margem para renegociar os contratos de fornecimento, enquanto tentam evitar encerramentos.

O ministro da Economia admitiu, numa entrevista à RTP 3, que o preço do gás pode duplicar em 2023, numa altura em que o mundo vive uma verdadeira “caça ao gás”.

António Costa Silva garantiu que o Governo tem alternativas e defendeu que se fosse criado um polo central Atlântico, em Sines, as repercussões e disrupções de abastecimento de gás no mundo seriam minimizadas.

Últimas Notícias
Mais Vistos