Economia

Todos os dias, toneladas de sardinha vão para o lixo. Porquê?

Loading...

Aumentos dos preços e má gestão das quotas entre as razões.

Os pescadores queixam-se cada vez mais do preço dos combustíveis e da gestão das quotas da sardinha, uma vez que todos os dias milhares de quilos acabam no lixo.

Há cada vez menos compradores para a sardinha que os pescadores portugueses trazem para terra diariamente. Carlos Braga, mestre de embarcação, conta, a título de exemplo, a situação que presenciou na passada sexta-feira, mas que se repete insistentemente.

Nesse dia, apenas 10 dos 25 barcos que saíram para o mar, conseguiram vender a sardinha pescada. No total, 90 toneladas de peixe foram deitadas fora.

Os pescadores contestam a gestão de quotas e apontam que no verão, os limites diários deveriam ter sido aumentados, numa época em que o turismo teria sido positivo para a indústria.

Para além disso, contestam ainda o facto do Governo não estar a cumprir aquilo que prometeu. Em maio foram-lhes prometidos vários apoios, mas até agora ainda nada lhes chegou.

Quem trata de vender o peixe no mercado também não atravessa um momento financeiramente positivo. Várias peixeiras revelam que são obrigadas a vender o peixe a um valor superior, de modo a puderem equilibrar as contas. Decisão que pesa na carteira dos consumidores, que se veem assim obrigados a reduzir o consumo.

Últimas Notícias
Mais Vistos