Afeganistão

UE anuncia apoio de 100 milhões de euros para o Afeganistão 

Fome e pobreza afetam cerca de 14 milhões de pessoas no Afeganistão.

Ursula von der Leyen garante que a União Europeia está ao lado do povo afegão e anunciou um pacote de 100 milhões de euros de ajuda ao Afeganistão.

A presidente da Comissão Europeia diz que é urgente evitar um desastre.

O anúncio surge numa altura em que as Nações Unidas avisam que o dinheiro é fundamental para combater a fome no país.

Depois de quatro décadas de guerras e instabilidade, o Afeganistão enfrenta uma crise humanitária de enormes proporções.

A frase é do secretário-geral da ONU, António Guterres, que alertou na segunda-feira para a necessidade urgente de ajudar o país onde 14 milhões de pessoas enfrentam uma situação de fome, que se agravou desde que os talibã tomaram o poder.

Mais de quatro milhões de mulheres e quase 10 milhões de crianças estão em risco.

Leia mais:

  • A escola como uma gigantesca perda de tempo

    País

    Pode ser Eva. Fez um teste de Geografia e foi a única da turma a ter negativa. Dos seus olhos formosos e inexpressivos, num rosto negro como o touro do Herberto Helder, ruíram-lhe duas lágrimas. Mas daquelas que represam tanta água - tanta mágoa - que deixam cicatrizes aquosas. 43%.

    Opinião

    Rui Correia