Eleições Autárquicas

Suzana Garcia: "Acho sinceramente muito difícil não ganhar"

Entrevista SIC Notícias

Reprodução/Instagram Suzana Garcia

A candidata do PSD à Câmara Municipal da Amadora, Suzana Garcia, apresentou esta quarta-feira a sua candidatura sem a presença de Rui Rio.

Suzana Garcia apresentou esta quarta-feira a candidatura à Câmara Municipal da Amadora, sem a presença de Rui Rio.

O presidente do PSD fez-se representar por três vice-presidentes e o líder parlamentar. E Suzana Garcia explica que não se sentiu "abandonada pelo PSD", mas sim "profundamente apoiada".

A candidata do PSD, em entrevista à SIC Notícias, diz saber que pode ganhar estas eleições: "Diria que teria de acontecer uma reviravolta muito inesperada". Quando questionada sobre o que irá fazer caso não ganhe, a candidata insiste e diz que acha, "sinceramente, muito difícil não ganhar".

A candidata recusa-se ainda a fazer acordos com o Bloco de Esquerda e com o Chega.

O líder do PSD optou por estar na apresentação da candidatura de Fernando Negrão a Setúbal, marcada para duas horas depois do início da apresentação de Suzana Garcia.

"Rui Rio sabe que talvez fosse mais importante ali, em Setúbal, num terreno mais hostil, do que aqui na Amadora, porque eu tomava bem conta do recado", diz a candidata em entrevista à SIC Notícias.

No entanto, e apesar de não ter estado presente da apresentação da candidatura de Susana Garcia, Rui Rio reiterou o apoio à candidata do PSD à Amadora.

Em três meses de candidatura, Rui Rio nunca apareceu em público com Suzana Garcia. A candidata contou, esta quarta-feira, apenas com a presença do líder do CDS. Antes do início da apresentação, numa discreta troca de palavras, Suzana Garcia disse a Francisco Rodrigues dos Santos: "Obrigada pela coragem em ter vindo".

No discurso aos apoiantes, esta quarta-feira, Suzana Garcia diz que quer fazer da Amadora o concelho mais seguro do país e promete construir uma nova esquadra de comando para a PSP da Amadora. No entanto, para lá chegar terá de derrotar mais de 20 anos de poder socialista.

Suzana Garcia também não vive na Amadora, mas promete mudar-se para lá. Só falta saber quando será.

Veja aqui a entrevista na íntegra: