Eleições Autárquicas

Análise ao debate dos candidatos à Câmara do Porto

Luísa Meireles e Pedro Marques Lopes fazem uma análise à prestação dos sete candidatos.

Os sete candidatos à Câmara Municipal do Porto estiveram, esta sexta-feira, em debate na Avenida dos Aliados. Luísa Meireles, diretora da Agência Lusa, e Pedro Marques Lopes, comentador da SIC, analisam a discussão e os vários candidatos.

O caso Selminho foi o primeiro temas em debate. Luísa Meireles considera que o caso judicial que envolve o autarca do Porto “não é tema para nenhum dos candidatos”.

“Não houve muitos ataques. Não foi um debate muito quente. Rui moreira não tinha que se mostrar muito preocupado, tendo em conta as sondagens”, afirma a diretora da Agência Lusa.

Por outro lado, Pedro Marques Lopes considera que estes debates autárquicos são onde se “discute política concreta e que interessa ao cidadão”. No entanto, considera que o caso do Porto, o debate perde interesse.

“Perde o interesse porque nós sabemos – e não vale a pena andarmos a esconder – que o que interessa neste debate não é quem vai ser o presidente da câmara, mas o que é Tiago Barbosa Ribeiro e Vladimiro Feliz representam para as respetivas lideranças”, afirma o comentador.

Tanto Pedro Marques como Luísa Meireles sublinham uma fragilidade das candidaturas do PS e do PSD na Invicta: Tanto Tiago Barbosa Ribeiro como Vladimiro Feliz não foram as primeiras escolhas para liderar a corrida.

► Veja mais: