Caso Maddie

Tribunal Europeu dos Direitos Humanos decide sobre queixa dos pais de Maddie McCann contra Portugal

Tribunal Europeu dos Direitos Humanos decide sobre queixa dos pais de Maddie McCann contra Portugal
Nacho Doce
Kate e Gerry McCann consideram que foram prejudicados pela Justiça portuguesa que absolveu Gonçalo Amaral.

Os pais de Maddie McCann, Kate e Gerry, conhecem hoje a decisão do Tribunal Europeu dos Direitos Humanos (TEDH) relativamente à queixa apresentada contra Portugal.

Em causa no tribunal sediado em Estrasburgo, França, está a queixa contra a justiça portuguesa por ter absolvido Gonçalo Amaral de indemnizar os pais da menina britânica - que desapareceu em Lagos, em maio de 2007 - na sequência de alegações feitas pelo antigo inspetor da Polícia Judiciária num livro e num programa de televisão.

Para Kate e Gerry McCann, as palavras do líder da investigação ao desaparecimento da filha, então com três anos de idade, representaram uma violação do seu direito ao respeito pela vida privada e o direito à presunção de inocência. Simultaneamente, apontaram às instâncias portuguesas uma alegada falta de equilíbrio entre os diferentes interesses em jogo, nomeadamente entre o seu direito à reserva da vida privada e o direito das partes opostas à liberdade de expressão.

Últimas Notícias
Mais Vistos