A morte de Mahsa Amini deu origem a uma vaga de protestos e confrontos no Irão. A jovem iraniana morreu a 16 de setembro, três dias depois de ter sido detida por não estar a usar o véu hijab de acordo com o estrito código da República islâmica. A contestação já causou dezenas de mortes, centenas de detidos e estendeu-se a vários países.