Coronavírus

O coronavírus pode ser transmitido através de encomendas vindas da China?

Reuters

Perguntas e respostas sobre o Covid-19.

Especial Coronavírus

Numa altura em que os casos de infeção pelo novo coronavírus - agora oficialmente designado pela OMS Covid-19 - estão rapidamente a chegar aos 50 mil, é importante serem esclarecidas algumas dúvidas para que cada pessoa individualmente se consiga proteger e, ao mesmo tempo, contribuir para travar a progressão do vírus pelo mundo.


O coronavírus pode ser transmitido através de maçanetas de portas?

Se alguém infetado pelo vírus tossir ou espirrar para a sua mão e depois tocar nalgum objeto, essa superfície fica contaminada. Não se sabe ainda quanto tempo o vírus sobrevive nessas superfícies pelo que o melhor é lavar as mãos com regularidade para reduzir o risco de infeção e impedir a propagação do vírus.

Atualização em 18/02/2020: Novidades na investigação sobre o tempo de sobrevivência do novo coronavírus em superfícies

O coronavírus pode ser transmitido através de encomendas que venham da China?

Não há provas que tal represente um risco. Apesar de não se ter a certeza de quanto tempo o vírus sobrevive numa superfície, tal só deverá acontecer durante umas horas e não dias.

Atualização em 18/02/2020: Novidades na investigação sobre o tempo de sobrevivência do novo coronavírus em superfícies

A temperatura atmosférica tem influência na propagação do coronavírus?

Ainda não se tem a certeza qual a influência das diferenças de temperatura neste coronavírus Covid-19.
Alguns vírus, como o da gripe, têm picos nos meses mais frios. Outros, como o MERS que é da mesma família de coronavírus, são mais comuns nos meses mais quentes.

É possível ser contagiado através de comida confecionada por alguém infetado por coronavírus?

Alguém infetado pode transmitir o coronavírus se a comida não for preparada de forma higiénica. Este vírus pode ser transmitido atráves das gotículas que são expelidas quando se tosse ou espirra. O melhor conselho é lavar as mãos sempre que se prepara a comida ou se vai comer.

É seguro comer em restaurantes chineses?

Uma vez infetados pelo coronavírus, ficamos imunes?

Depois de recuperar de qualquer infeção, os nossos organismos memorizam como combatê-la da próxima vez que acontecer. Mas esta imunidade não dura para sempre e vai descrescendo ao longo do tempo. Pelo que não se sabe ao certo quanto tempo se fica imune a cada vírus.

Depois de infetada pelo coronavírus, uma pessoa volta a ser saudável?

Sim. Pode representar um risco maior para os mais velhos ou para pessoas com doenças pré-existentes, como diabetes ou cancro ou com o sistema imunitário enfraquecido.

Uma máscara é eficaz contra o coronavírus e quantas vezes deve ser substituída?

Não há provas de que usar máscaras seja eficaz a prevenir contágios. Os peritos aconselham a que se tenha sempre uma boa higiene - lavar regularmente as mãos é muito mais eficaz.

O coronavírus pode ser transmitido sexualmente?

Ainda não há a certeza se esta forma de transmissão é caso de preocupação. O que se sabe é que tosses e espirros são a principal forma de contágio.

Há alguma razão para estes vírus surgirem mais na China?

Sim porque a China é um país com uma população enorme e com muito contacto com animais.
Já há quase certeza absoluta de que o vírus teve origem num animal - morcego ou pangolim - mas não se sabe qual o animal que o transmitiu aos humanos. A SARS, outro coronavírus com origem na China, teve origem em civetas, um mamífero carnívoro.

Qual é o período de incubação do coronavírus?

A OMS diz que é de 14 dias o período entre o momento em que a pessoa é infetada e aquele em que aparecem os sintomas da doença.
No entanto já houve casos em que a doença se manifestou após esse período.

Veja também:

Recomendações para prevenir contágio

Algumas das recomendações à população pela Organização Mundial da Saúde e pela Direção-geral da Saúde portuguesa:

  • Lavagem frequente das mãos com detergente, sabão ou soluções à base de álcool;

  • Ao tossir ou espirrar, fazê-lo não para as mãos, mas para o cotovelo ou para um lenço descartável que deve ser deitado fora de imediato;

  • Evitar contacto próximo com quem tem febre ou tosse;

  • Evitar contacto direito com animais vivos em mercados de áreas afetadas por surtos;

  • Deve ser evitado o consumo de produtos de animais crus, sobretudo carne e ovos;

  • Em Portugal, caso apresente sintomas de doença respiratória e tenha viajado de uma área afetada pelo novo coronavírus, as autoridades aconselham a que contacte a Saúde 24 (808 24 24 24). Caso se dirija a uma unidade de saúde deve informar de imediato o segurança ou o administrativo.

Mapa interativo mostra em tempo real os países afetados pelo coronavírus

A Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos, criou, em conjunto com outras entidades, um mapa interativo que permite acompanhar a evolução do coronavírus no mundo.

  • 2:34