Coronavírus

Mulher de 99 anos é a terceira vítima mortal em Espanha

Há 193 casos no país vizinho.

Especial Coronavírus

Uma mulher de 99 anos que morreu na terça-feira em Madrid é a terceira vítima mortal do coronavírus em Espanha, segundo fonte do Governo regional da região, citada pela agência Efe.

A idosa, que tinha patologias anteriores, morreu em 03 de março no Hospital Gregorio Maranón da capital espanhola e a infeção pelo coronavírus foi confirmada após a sua morte.

A Comunidade de Madrid também confirmou esta manhã a existência de 89 casos positivos de coronavírus na região, um aumento em relação aos 70 anunciados na quarta-feira pelos serviços de saúde centrais.

As autoridades de saúde de Espanha tinham atualizado na quarta-feira a meio do dia para 193 o número de pessoas com o vírus na totalidade do país, mas nas últimas horas já foram avançados novos casos que elevaram os infetados para um número superior, que será revelado nas próximas horas.

Dos 193 casos anunciados na quarta-feira 13 foram registados na Andaluzia, dois nas Astúrias, cinco nas Baleares, sete nas Canárias, 10 na Cantábria, 12 em Castela-Mancha, 11 em Castela e Leão, 15 na Catalunha, 19 na Comunidade Valenciana, seis na Estremadura, 70 em Madrid, três em Navarra, 17 no País Basco e três em La Rioja.

O surto de Covid-19, detetado em dezembro, na China, e que pode causar infeções respiratórias como pneumonia, provocou cerca de 3.200 mortos e infetou mais de 93 mil pessoas em 78 países.

Portugal tem oito casos confirmados de Covid-19 e os doentes estão internados em hospitais do Porto, Coimbra e Lisboa.

A Itália, o país mais afetado na Europa, anunciou na quarta-feira o encerramento de todas as escolas e universidades a partir de hoje e até 15 de março, como medida de precaução face à epidemia de Covid-19, que no país já matou mais de 100 pessoas.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou o surto de Covid-19 como uma emergência de saúde pública internacional e aumentou o risco para "muito elevado".