Coronavírus

Funcionário do Banco Central Europeu infetado com coronavírus

Kai Pfaffenbach

Está a "receber os cuidados médicos apropriados".

Especial Coronavírus

Um funcionário do Banco Central Europeu (BCE), em Frankfurt, na Alemanha, foi diagnosticado com Covid-19 e está a "receber os cuidados médicos apropriados", anunciou esta segunda-feira a instituição financeira.

De acordo com um comunicado divulgado hoje, o BCE "confirma que um funcionário foi diagnosticado com Covid-19" e que "está a receber os cuidados médicos apropriados".

O BCE acrescenta que "cerca de 100 funcionários" que estiveram em contacto com a pessoa infetada pelo novo coronavírus "foram informadas e, como medida de precaução, vão trabalhar temporariamente a partir de casa".

A nota também sublinha que está "a fazer uma limpeza profunda" a vários espaços.A epidemia de Covid-19 foi detetada em dezembro, na China, e já provocou mais de 3.900 mortos.

Cerca de 113 mil pessoas foram infetadas em mais de uma centena de países e mais de 62 mil recuperaram.

Nos últimos dias, a Itália tornou-se no caso mais grave de epidemia fora da China, com 463 mortos e mais de 9.100 contaminados pelo novo coronavírus, que pode causar infeções respiratórias como pneumonia.

A quarentena imposta pelo Governo italiano ao Norte do país vai ser alargada a toda a Itália a partir de terça-feira, anunciou o primeiro-ministro, Giuseppe Conte, justificando com a tentativa de impedir a propagação do novo coronavírus.

O Governo português decidiu hoje suspender todos os voos com destino ou origem nas zonas mais afetadas em Itália, recomendando também a suspensão de eventos em espaços abertos com mais de 5.000 pessoas.

Portugal regista 39 casos confirmados de infeção, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS).

A DGS comunicou também que em Portugal se atingiu um total de 339 casos suspeitos desde o início da epidemia, 67 dos quais ainda a aguardar resultados laboratoriais.

Face ao aumento de casos, o Governo português ordenou a suspensão temporária de visitas em hospitais, lares e estabelecimentos prisionais na região Norte.

Foram também encerrados alguns estabelecimentos de ensino, sobretudo no Norte do país, assim como ginásios, bibliotecas, piscinas e cinemas.

Veja também: