Coronavírus

China levantou parte das restrições em Hubei

Stringer .

A medida foi aplicada após o decréscimo do número de casos infetados por coronavírus.

Especial Coronavírus

O Governo chinês levantou parte das restrições de circulação na província de Hubei, local onde começou o surto do novo coronavírus.

A população terá de descarregar um aplicativo móvel que fornece um código digital colorido e avalia o estado de saúde, e apenas quem tiver um código verde vai poder deslocar-se, ainda que com certas condições.

Os titulares de um código QR verde, mas de áreas de "alto risco" poderão viajar, mas sob certas condições. Pessoas classificadas como "amarelas" (tiveram contacto com um caso suspeito) não poderão viajar. Assim como as que forem classificadas como "vermelhas" (pacientes suspeitos ou confirmados), devendo permanecer em quarentena.

A medida não se aplica a Wuhan, a cidade de origem do vírus, que esta terça-feira recebe a visita do presidente chinês.

A província de Hubei concentra a maioria dos casos e mortes devido ao Covid-19 registados a nível mundial, 67.760 e 3.024, respetivamente. Mais de 50 milhões de pessoas estão isoladas e impedidas de sair da zona, desde o final de janeiro

Veja também: