Coronavírus

Ministro australiano testa positivo a Covid-19 depois de regressar dos EUA

DEAN LEWINS

Dutton confirmou o resultado positivo três dias depois de participar num encontro do Conselho de Ministros.

Saiba mais...

O ministro do Interior australiano, Peter Dutton, confirmou hoje ter testado positivo ao Covid-19, depois de uma viagem aos Estados Unidos, o primeiro caso no identificado no Governo.

“Hoje de manhã acordei com febre e dores de garganta. Imediatamente contactei o Departamento de Saúde e fui testado. Foi informado hoje à tarde que o teste deu positivo”, anunciou em comunicado.

“É política das autoridades de saúde que qualquer pessoa que tenha testado positivo seja admitida no hospital e eu cumpri esse conselho. Estou bem e darei informação atualizada oportunamente”, disse.

Dutton participou na terça-feira numa reunião do Conselho de Ministros, presidida pelo primeiro-ministro Scott Morrison, que esteve, por seu lado, em contacto nos últimos dias com os principais responsáveis dos estados e territórios australianos.

O ministro tinha no início deste mês viajado até aos Estados Unidos onde se reuniu com membros da Five Eyes Alliance em Washington a 05 de março, altura em que esteve com responsáveis de vários países, nomeadamente Estados Unidos, Reino Unido, Canadá e Nova Zelândia.

O novo coronavírus responsável pela Covid-19 foi detetado em dezembro, na China, e já provocou mais de 4.900 mortos em todo o mundo, levando a Organização Mundial de Saúde a declarar a doença como pandemia.

O número de infetados ultrapassou as 131 mil pessoas, com casos registados em mais de 120 países e territórios, incluindo Portugal, que tem 78 casos confirmados.

  • Confidentes de alunos e cúmplices de professores: o braço contínuo

    País

    Chamam-lhes “funcionários” porque funcionam. A expressão até parece sugerir que eles são os únicos que “funcionam”, dentro de uma escola. Acalmem-se os tolos. Significa apenas que os “assistentes operacionais”, ou “auxiliares de ação educativa”, títulos mais pomposos do que “contínuos” – expressão que estimo muito - são pau para toda a colher.

    Opinião

    Rui Correia

  • O planeta em que todos vivemos

    Futuro Hoje

    O Planeta Lourenço terá que ser ainda mais simples e eficaz na mensagem. É um risco. Frequentemente, quando me mostram aparelhos ou programas as coisas falham, é o que chamo de síndrome da demonstração. Mas isto acontece na vida real, é assim que vamos fazer.

    Opinião

    Lourenço Medeiros