Coronavírus

Covid-19: Letónia fecha fronteiras a partir de terça-feira

Nacho Doce

Proibidos todos os eventos públicos até ao dia 14 de abril.

Especial Coronavírus

A Letónia vai encerrar as suas fronteiras terrestres, marítimas e aéreas a partir de terça-feira, devido ao surto de Covid-19, anunciou este sábado o primeiro-ministro, Krisjanis Karins.

Esta medida exclui, contudo, os cidadãos do país e os residentes permanente na Letónia, que podem entrar no país a qualquer momento, ainda que devam submeter-se possivelmente a uma quarentena ou isolamento domiciliário se regressarem de um destino considerado perigoso pela evolução da pandemia, segundo a agência Efe.

O primeiro-ministro disse que ficam proibidos todos os eventos públicos até ao dia 14 de abril ou até que termine a situação de alerta declarada na quinta-feira.

Também as reuniões espontâneas, por exemplo em bares e restaurantes, estão limitadas a um máximo de 50 pessoas, face às 200 permitidas desde o dia em que foi declarada situação de emergência.

Os bares, discotecas e restaurantes devem encerrar às 23:00, no máximo. O primeiro-ministro sublinhou que todas estas medidas são necessárias para conter a propagação do novo coronavírus.

A Letónia registou até hoje 26 casos de contágio pelo novo coronavírus. O novo coronavírus responsável pela pandemia de Covid-19 foi detetado em dezembro, na China, e já provocou mais de 5.700 mortos em todo o mundo.

O número de infetados ultrapassou as 151 mil pessoas, com casos registados em mais de 137 países e territórios, incluindo Portugal, que tem 169 casos confirmados.