Coronavírus

Espanha declara estado de alerta e limita deslocações dos cidadãos

ALBERTO ESTEVEZ

No último dia, foram confirmados 1.500 novos casos de Covid-19 em Espanha.

Especial Coronavírus

O Governo espanhol decidiu este sábado limitar todas as deslocações que não sejam estritamente necessárias, como medida para evitar a propagação do novo coronavírus.

Os espanhóis poderão deslocar-se para ir ao trabalho, à farmácia, ao supermercado ou cuidar de familiares idosos ou doentes. Mas devem regressar logo para casa, onde têm de permanecer.

O Executivo de Madrid decertou o estado de alerta, para todo o país, durante pelo menos 15 dias.

Como parte do estado de alerta, o ministro do Interior vai controlar todas as forças de segurança, incluindo locais e regionais.

As autoridades de saúde de Espanha anunciaram este sábado que o número de infetados chegou aos 5.753, sendo que metade foram registados em Madrid. Nas últimas 24 horas, o número aumentou mais em mais de 1.500.

SIGA AQUI AO MINUTO AS ÚLTIMAS INFORMAÇÕES SOBRE O SURTO DE COVID-19

Veja também:

  • 160 mortes e 7.443 casos de Covid-19 em Portugal

    Coronavírus

    O último balanço da DGS dá conta de 160 mortes e 7.443 infetados com o novo coronavírus em Portugal. Mais 20 óbitos e 1.035 casos em relação a ontem. Nas últimas 24 horas, Espanha registou mais 849 mortes por Covid-19, o valor mais alto num só dia desde o início da pandemia. O balanço de vítimas em território espanhol ascende agora a 94.417 infetados e 8.189 vítimas mortais. Siga aqui ao minuto as últimas informações sobre a pandemia.

    Direto

    SIC Notícias