Coronavírus

Bolsas europeias caem mais de 5% face ao receio dos efeitos económicos da pandemia

FERNANDO ALVARADO / EPA

Bolsa de Lisboa mantinha a tendência europeia com o PSI20 a desvalorizar 6,57% .

Especial Coronavírus

As principais bolsas europeias estavam hoje em forte baixa, a cair mais de 5%, devido à inquietação dos investidores perante o impacto da pandemia da Covid-19 na economia.

Cerca das 08:35 em Lisboa, o EuroStoxx 600 recuava 5,85% para 281,67 pontos.

As bolsas de Londres, Paris e Frankfurt desciam 5,59%, 9,40% e 5,93%, respetivamente, bem como as de Madrid e Milão, que se desvalorizavam 6,47% e 5,50%.

Depois de ter aberto em forte baixa, a bolsa de Lisboa mantinha a tendência e, cerca das 08:35, o principal índice, o PSI20, descia 6,57% para 3.585,29 pontos.

O preço do barril de petróleo Brent, de referência na Europa, afundou-se hoje para níveis abaixo dos 32 dólares, até 31,86 dólares, menos 5,64% que na sexta-feira e um mínimo desde março de 2004.

Na sexta-feira, a bolsa de Nova Iorque terminou com o Dow Jones a subir 9,36% para 23.185,62 pontos, contra 29.551,42% em 12 de fevereiro, atual máximo desde que foi criado em 1896.

No mesmo sentido, o Nasdaq fechou a avançar 9,35% para 7.874,88 pontos, contra o atual máximo de 9.817,18 pontos em 19 de fevereiro.

A nível cambial, o euro abriu hoje em alta no mercado de câmbios de Frankfurt, a cotar-se a 1,1186 dólares, contra 1,1107 dólares na sexta-feira e 1,0792 dólares em 19 de fevereiro, atual mínimo desde abril de 2017.

O barril de petróleo Brent para entrega em maio de 2020 abriu hoje em baixa, a cotar-se a 32,15 dólares no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, um mínimo pelo menos desde 1991, contra 33,85 dólares na sexta-feira.

SIGA AQUI AS ÚLTIMAS INFORMAÇÕES SOBRE A COVID-19 AO MINUTO

Veja também: