Coronavírus

Quando um médico tem que tomar "decisões difíceis"

Quando um médico tem que tomar "decisões difíceis"

Profissional espanhol confessa que não há sinais de alívio nos hospitais em Espanha

Especial Coronavírus

Nas últimas 24 horas, a covid-19 matou 655 pessoas em Espanha, elevando para 4.089 o número total de vítimas.

O país pode já ter atingido o pico da pandemia, começando a descer a partir de agora.

A SIC entrevistou um médico espanhol, que confessou que nos hospitais não existem quaisquer sinais de alívio.

Veja também:

  • Governo admite aumento de pressão sobre os hospitais

    Coronavírus

    No dia em que o balanço da Direção Geral de Saúde dá conta de 311 mortes e 11.730 casos de Covid-19 em Portugal, o Governo admite que aumentou a pressão sobre os hospitais. Esta segunda-feira, ficou ainda a saber-se que o País já tem um mapa de risco de infeção por coronavírus. Em Londres, o primeiro-ministro britânico Boris Johnson está internado nos cuidados intensivos. Em Espanha, o número de óbitos desceu pelo quarto dia consecutivo. Já os Estados Unidos ultrapassaram as 10 mil mortes. A pandemia do novo coronavírus já matou, desde dezembro, 73.139 pessoas e infetou mais de 1,3 milhões em todo o mundo.

    SIC Notícias