Coronavírus

PCP questiona Governo sobre medidas para prevenir contágio nas prisões

ANTÓNIO PEDRO SANTOS

Querem ainda saber que planos de contingência existem "caso se verifiquem casos de infeção".

Especial Coronavírus

O PCP questionou esta terça-feira o Ministério da Justiça sobre as medidas que estão a ser adotadas para prevenir o contágio com Covid-19 nas prisões portuguesas.

Os comunistas querem ainda saber que planos de contingência existem "caso se verifiquem casos de infeção envolvendo reclusos, guardas prisionais ou outros profissionais que contactem com estabelecimentos prisionais", numa pergunta enviada ao Ministério da Justiça através da Assembleia da República.

A bancada do PCP justificou a pergunta com as mensagens de preocupação chegadas ao partido "acerca da situação dos estabelecimentos prisionais perante a pandemia" tanto da parte dos "guardas prisionais como de familiares e associações de defesa dos reclusos".

"Tendo em conta as características próprias das prisões, a infeção de algum elemento da população prisional com Covid-19 poderá ter consequências extremamente graves e difíceis de conter", sublinha o deputado António Filipe na pergunta.