Coronavírus

São Paulo aguarda resultado de 16 mil testes à Covid-19

Adriano Machado

São Paulo é o estado brasileiro mais afetado pela Covid-19.

Especial Coronavírus

O estado brasileiro de São Paulo tem esta quarta-feira 201 mortos em fila de espera para serem testados ao novo coronavírus, informou o governo estadual, acrescentando que o total de exames que aguardam o resultado é de 16 mil.

O governo estadual de São Paulo, que é o estado brasileiro mais afetado pela covid-19, acrescentou que o resultado desses testes em vítimas mortais deverá ser divulgado nas próximas 24 horas, tendo em conta que está a ser montado um grupo de trabalho dedicado à realização de exames ao novo coronavírus.

"Uma parcela desses 201 óbitos acumulados vai dar positivo. São pessoas que estavam infetados com a covid-19 e que não foram confirmados no momento do óbito, vai ser agora", afirmou o secretário estadual de Saúde, José Henrique Germann, em conferência de imprensa.

Devido ao atraso em disponibilizar os resultados dos testes que comprovam a doença, parte dos óbitos por infeção do novo coronavírus não aparece na contabilização diária feita pelo Ministério da Saúde.

Segundo o Governo Federal, liderado pelo Presidente Jair Bolsonaro, São Paulo tem hoje 164 mortos e 2981 infetados pelo novo coronavírus, sendo o estado com maior número de casos.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 905 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram quase 46 mil. Dos casos de infeção, pelo menos 176.500 são considerados curados.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

O continente europeu, com mais de 490 mil infetados e cerca de 33.000 mortos, é aquele onde se regista o maior número de casos, e a Itália é o país do mundo com mais vítimas mortais, com 13.155 óbitos em 110.574 mil casos confirmados até terça-feira.