Coronavírus

Bolsonaro muda o tom e admite gravidade da pandemia de coronavírus 

Bolsonaro muda o tom e admite gravidade da pandemia de coronavírus 

10% das vítimas mortais no Brasil têm menos de 60 anos.  

Especial Coronavírus

O Presidente Bolsonaro mudou o tom e admitiu a gravidade da pandemia do coronavírus, mas continua sem defender o isolamento social.

Enquanto isso as autoridades de saúde do Brasil tentam entender o impacto do novo coronavírus no país que já tem quase seis mil casos e mais de 200 mortes.

SIGA AQUI AS ÚLTIMAS INFORMAÇÕES SOBRE A PANDEMIA DE COVID-19