Coronavírus

DGS só aconselha uso de máscara à população em geral se houver recomendação internacional

DGS só aconselha uso de máscara à população em geral se houver recomendação internacional

A DGS fez uma lista de “grupos profissionais, tarefas ou situações em que pode ser aconselhado o uso de máscara cirúrgica”.

Especial Coronavírus

Graça Freitas voltou frisar que só vai recomendar o uso de máscara à população em geral se as autoridades internacionais o entenderem.

Relembra ainda o caso de Wuhan, considerado exemplo de controlo da pandemia, onde a determinada altura as pessoas não andavam na rua nem com máscara, nem sem máscara, estavam confinadas às suas casas.

DGS alarga recomendação de uso de máscara a mais doentes e profissionais

A Direção-Geral da Saúde (DGS) alargou esta sexta-feira a recomendação de uso de máscara cirúrgica para proteção à Covid-19 a profissionais “fora das instituições de saúde” que lidem com doentes ou suspeitos e aos que prestam “serviços essenciais” à população.

Numa norma publicada sobre “Equipamentos de Proteção Individual para Não Profissionais de saúde”, a DGS diz que:

A máscara cirúrgica é “aconselhada fora das instituições de saúde” para quem possa “contactar diretamente com doentes suspeitos ou confirmados de covid-19”, bem como “com material utilizado pelos doentes”, abrangendo bombeiros, serviços de “limpeza e lavandaria”, profissionais ou voluntários de lares ou “pessoas institucionalizadas”, apoio “aos sem-abrigo” e funcionários de morgues ou cemitérios.

A DGS fez ainda uma lista de “grupos profissionais, tarefas ou situações em que pode ser aconselhado o uso de máscara cirúrgica” “quando não seja possível a instalação de barreira física”. Consulte aqui.

ACOMPANHE AQUI AO MINUTO TODA A INFORMAÇÃO SOBRE A PANDEMIA DA COVID-19